Governo adota medida para limitar o uso do crédito rotativo

No dia 26 de janeiro, o presidente Michel Temer anunciou a medida que busca diminuir os juros do crédito rotativo que atualmente chegam a cerca de 450% ao ano. Maior taxa de juros entre as modalidades de financiamento.

A decisão partiu do Conselho Monetário Nacional (CMN) e definiu o limite de 30 dias para o uso do crédito rotativo no cartão. Os bancos têm até 90 dias para se adaptar à nova regra, mas alguns afirmam que não vão esperar até o final de março para aderir a recomendação do governo.

 

O que é Crédito Rotativo?

 

O crédito rotativo é acionado quando o titular do cartão de crédito não está em condições de pagar o valor total da fatura até a data do seu vencimento, então ele opta por pagar um valor entre o pagamento mínimo e o integral deixando a diferença para a fatura do próximo mês. Como exemplo:

Pagamento total com vencimento no dia 10: R$ 600

Pagamento mínimo: R$120

Saldo: R$480

No mês seguinte o devedor terá que pagar o valor restante da fatura anterior (R$480) além dos juros cobrados em cima desse valor. Atualmente esse serviço pode ser usado mês após mês, com a cobrança de juros sobre juros. No modelo atual uma dívida de R$5.000 pode chegar a R$27 mil em um ano.

 

O que muda a partir de agora?

 

Seguindo a decisão tomada pelo CMN os usuários de cartão de crédito só poderão usar o crédito rotativo por 30 dias, após esse período o banco deverá oferecer outra forma de pagamento para a dívida gerada, como o parcelamento, que tem taxa de juros anual de 150%, por exemplo.

O objetivo do governo é que os juros sobre o crédito rotativo caiam pela metade. Ainda assim continuaria como um dos mais caros do sistema bancário, principalmente quando comparado a taxas como a do crédito pessoal que chega a 136% ao ano e do consignado com taxa de 36% de juro médio ao ano.

Essa medida acaba com a “bola de neve” gerada pelo crédito rotativo, evitando dívidas descontroladas e diminuindo o endividamento das famílias.

Caso queira simular os juros cobrados por seu cartão de crédito, segue link da calculadora cidadã disponibilizada pelo BCB: https://goo.gl/VUFa3K

Quer receber as melhores dicas sobre Soluções de Pagamento?