INVISTA O SEU LUCRO EM MELHORIAS E VENDA AINDA MAIS!

 

Hoje vamos traçar um ponto importante para o empreendedor, relacionado às finanças do seu negócio.

 

Trata-se da diferença básica entre Despesa X Investimento e as formas como cada um interfere diretamente no seu lucro. Antes de continuarmos, dá uma conferida no post aqui do blog que fala sobre Faturamento x Lucro, só para garantir que você entenderá perfeitamente bem o que vamos tratar.

 

  • Despesa:vamos defini-la como o sacrifício financeiro do negócio. São aqueles custos sem os quais o negócio não pode existir.

 

Exemplos: aluguéis, tributos, salários, estrutura administrativa, contas de água, energia, entre outros.

 

  • Investimento:é um gasto com expectativas, acho que esta expressão define bem. Investir é apostar no retorno futuro, que fará com que seu lucro aumente sucessivamente.

 

Exemplos: investir em marketing melhora a aparência e gera visibilidade para sua marca, investir em um sistema de pagamento atrai mais clientes que desejam melhores condições ou comodidade na hora de pagar, entre tantas opções.

 

 

AMPLOS SENTIDOS DE INVESTIMENTO

 

É verdade que a palavra investimento pode significar várias ações.

 

Economistas, por exemplo, usam para determinar a aplicação de valores a uma determinada taxa de juros, que gera futuramente alguma rentabilidade.

 

O trabalhador pode investir em si mesmo, melhorando a sua mão de obra, qualificando-se no mercado e adquirindo novos conhecimentos para o seu currículo.

 

O empreendedor é um sortudo, porque pode investir de diversas formas, incluindo as duas que citamos acima e tantas outras, e, de qualquer maneira, isso refletirá no aperfeiçoamento do seu empreendimento e na geração de lucros extras.

 

 

APRENDENDO A IDENTIFICAR AS NECESSIDADES

 

O mais importante na decisão de investir é saber analisar a situação e o seu momento. Para isso separamos três pontos importantes que você deve observar antes de decidir investir.

 

  1. PLANEJAMENTO:o planejamento em todos os sentidos é importante para o negócio, pois determina se o quadro financeiro irá manter-se conforme o planejado. O seu planejamento está em dia? Confira nosso post Planejamento financeiro: saiba o momento certo de investir e lucrar mais! e avalie.
  2. AVALIAÇÃO:você deve avaliar primeiro as despesas fixas e variáveis que o seu negócio possui. Pois a partir dela terá noção do lucro projetado, para aquele dado período, bem como os valores que você irá poder despender para investir. Se não souber a diferença entre esses dois tipos de despesas, leia também Custo fixo x custo variável: qual a importância de entendê-los?
  3. MEDIÇÃO:o investimento é obviamente um gasto, mas que, como falamos, deverá ter seus retornos positivos, no entanto, o empreendedor deve medir as suas condições na hora de investir, para que não ultrapasse seus limites e fique no vermelho, enquanto o retorno esperado não vem.

 

 

VANTAGENS DE REINVESTIR O LUCRO

 

Quando um pedaço do lucro é reinvestido no seu negócio, o empreendedor está alimentando-o e, assim, fomentando o seu poder de desenvolvimento e de crescimento com seus próprios recursos.

 

Ao crescer, o empreendedor garante sustentabilidade, inserindo-se e se tornando mais forte naquele mercado. O sucesso aumenta, o lucro cresce e o benefício do seu negócio passa ser cada vez maior para toda sociedade que a empresa pactua.

 

Esperamos que a leitura tenha sido agradável e, assim, nos encontramos no próximo post!

 

Quer receber as melhores dicas sobre Soluções de Pagamento?